Lançamento do segundo número do Buraco!

by jornalburaco

 Sábado dia 17 a partir das 16h nos Maus Hábitos.

Durante a tarde de sábado vamos estar a impingir Buracos a todos aqueles que visitarem a 19ª Feira Laica – edição independente que vai ocupar o espaço dos Maus hábitos durante todo o fim de semana.

Capa. Carlos Pinheiro.

Dizem os cientistas da Universidade de Berkley que descobriram um buraco negro super-maciço no coração de uma distante galáxia e que seria o resto adormecido de um quasar. Ora ora, adormecido lá ao longe… A ciência, como se sabe, está a anos-luz da realidade! O buraco está aqui e está vivo. Está dentro da cabeça de cada português e espalha-se perigosamente para tudo o que se mexa fora dela. Traços dele foram já vistos na Madeira, na palavra justiça, na equidade dos sacrifícios, na população do bacalhau e na Luz. Por isso um buraco não precisa da ciência para ser. Precisa apenas de um Haiti à beira-mar plantado, de um punhado de portugueses tristes, de um banqueiro contente, de dois ou três políticos de estimação, de um autoclismo e de um pasquim para a espera.

Assim como a democracia portuguesa tem o Mário Soares, o BURACO tem a Laica no lançamento do seu segundo número e vem lembrar à sodona ciência que, apesar da diferença astronómica de orçamento, uns desenhitos baratos nesta terra são imensamente mais exactos do que uns excêntricos telescópios e exércitos de batas brancas a olhar para o céu!

Apareçam e façam parte dos euro-milhões de cobaias!

Ratinhos. Marco Mendes

Eles vêm aí. Carlos Pinheiro.

Em terra de cus quem tem rei é cego. Miguel Carneiro

Cais do Sodré. Bruno Borges

Joaquim Vieira

Amanhã é outro dia. Nuno Sousa

Mentes Brilhantes. usurpária

José Feitor

Motim, poster central. Marco Mendes

Anúncios