Buraco

pasquim satírico pró-lírico

Há terra há mar, há ir e voltar

Depois do trans-mediterrâneo-cargo-tour, BuracArara regressa à casa de partida mas não consegue parar!

 

SÁBADO
6
JULHO

R@DIO MOMO-VEL + ABOLITION OF WORK  + BURACO #6

DE

A

M

B

U

L

A

T

Ó

R

I

O

the lançamento do abolition

Ninguém jamais deveria trabalhar. O trabalho é a fonte de quase todos os sofrimentos do mundo. Praticamente qualquer mal que se possa mencionar vem do trabalho ou de se viver num mundo projectado para o trabalho.

Isso não significa que precisamos parar de fazer coisas. Significa criar um novo estilo de vida baseado na brincadeira; noutras palavras, uma revolução lúdica. Com “brincadeira”, quero dizer também festividade, criatividade, convívio, comensalidade e talvez até arte. Brincar é mais do que brincar como crianças, por mais que isso tenha seu valor. Eu clamo por uma aventura colectiva de alegria generalizada e exuberância livremente interdependente. Brincar não é algo passivo. Sem dúvida, precisamos de muito mais tempo do que temos agora para o ócio e a folga totais, independentemente de renda ou ocupação; mas, uma vez recuperados da exaustão causada pelo emprego, todos nós queremos agir. A vida lúdica é totalmente incompatível com a realidade existente. Pior para a “realidade”, o buraco gravitacional que suga a vitalidade daquele pouco na vida que ainda a distingue da mera sobrevivência.

 

Bob Black

Corte à corte

os últimos dias serão os primeiros!

Sábado, 2 de Fevereiro, das 16h às 19h

Domingo, 3 de Fevereiro, salão ou não serão de encerramento

a partir das 16h, venha o ajuntamento!

buraco_corte_cartaz_net

Vão-se os anéis ficam os dedos

Cinco ábacos para quinhentos empregos

Sem princípio nem fim é agora que tudo se apronta

Por volta das oito para rimar o contrário é lontra

Montemos a mesa para o repasto-pousio

Antes de chegar corte nova com novo cio

Queimadela Caló dançam tachos no fogão

E oh Nuno oh bota água no feijão

Ao sol da chuva à noite do frio

Ao bardo baco bobo, uno duo e trio

Em Campanhã trovejam almas soltam-se gentios

Seremos desse momento os únicos senhorios!

 

deus põe, o diabo dispõe

Filmes no Salão

filmes_tiago_afonsoCartaz: Dayana Lucas/ Bruno Borges (desenho)

O Salão da Corte abre-se Sésamo

às sextas e sábados, das 16h00 às 19h30

até 3 de Fevereiro de 2013

salão da corte

no Espaço Campanhã

Rua Pinto Bessa, 122, Armazém 21

mapa espaço campanhã

Para receber a newsletter do Buraco, é favor deixar contacto de email.
O pasquim no facebook
logo

BURACO DA CORTE

1º SALÃO SATÍRICO PRÓ-LÍRICO

De 6 de Janeiro a 3 de Fevereiro

Inauguração e Banquete de Reis – a cargo da Filó

  das 17h00 às 24h00

Espaço Campanhã

Rua Pinto Bessa, 122 Armazém 21

mascaras_salãotexto_buraco_da_corte

logo

BURACO no GATO

Aconteceu e ainda há-de acontecer

Encontro BURACO com

Leituras esburacanizadas de Nuno Marques Pinto
Radio Joquei: Gueto Blaster Orquestra
Sopros: Álvaro Almeida

BURACO no GATO

buraco no gato

Domingo, 9 de Dezembro, 17h00

no GATO VADIO

Rua do Rosário, 281, Porto

 

Aún después

de todo este

tiempo,

el sol nunca dice

a la tierra:

“estás en deuda conmigo.”

Mirad lo que sucede

con un amor como aquel:

lo ilumina todo.

 

(Hafiz)

Amanecer sobre Viana do Castelo / Eugenio Tisselli

Lançamento a Sul!

O Satim pastírico ló-prírico lança-se agora a LISBOA!

Domingo, 4 de Novembro às 18h00

Pavilhão Branco do Museu da Cidade

 

Fogo nos cornos / Fred Lobo

Lançamento do quinto número do BURACO!

1 de Novembro às 16h

Dia de Todos os Santos

à porta do cemitério do Prado do Repouso, no Porto

o Buraco #5 sairá do bréuuu u u u u 

 

Buraco no cemitério / Mónica Baptista